Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Em casa dos avós gatos, ... perdão, bruxos!

29.07.15 | Bruxa Mimi
A Vassoura e a Varinha estiveram na semana passada em casa dos pais do Rogério. Agora, estão novamente em casa dos meus pais! Rica vida...

Em casa dos avós bruxos têm a vantagem de terem primas (às vezes, primos, que aquilo mais parece uma pousada...) para brincar, e a praia perto. 

Foi ontem à noite, depois do jantar, que as levámos. Ao chegarmos, a minha mãe estava a servir o jantar a algumas netas e a alguns sobrinhos-netos. Com as nossas duas, ficaram sete meninas e dois rapazes. Mas nem todos dormiram lá (só as netas, seis, dormiram).

Hoje, as três primas que são filhas da Margarida, vão com os pais até Fátima e devem regressar no sábado. A Vassoura e a Varinha ficarão com a prima que é filha da Matilde (a que dormiu cá em casa). Quando souberam que as primas iam para Fátima ficaram muito tristes e a refilar comigo, como se eu tivesse tido alguma influência na decisão... Mas vai ser bom para elas estreitarem laços com a prima que (ainda) veem menos vezes por ano! E para ela será bom continuar a desenvolver o português...

A propósito das margaridas

27.07.15 | Bruxa Mimi
que se comem, eu ri-me e disse:

- Esta tem de ir para o blogue. A ver se não me esqueço!
Vassoura: Eu lembro-te, mamã!
Varinha: Por que é que tudo o que eu digo vai para o blogue? Por que é que a maior parte das coisas que estão no blogue fui eu que disse?
Eu: No blogue não estão só coisas que são ditas, também estão coisas que vocês fazem, como pinturas, construções de Lego,...
Varinha: E sou eu que tenho mais coisas no blogue?
Eu: Não, é o Feitiço. Não se esqueçam que quando comecei o blogue eu não estava a trabalhar e tinha o Feitiço o dia todo em casa, comigo! Além disso, é ele que se atrapalha mais a falar... é normal que tenha mais posts a contar coisas sobre ele...

Gelados VS. Margaridas

27.07.15 | Bruxa Mimi
Quando acabei o relatório, saí com a Varinha e a Vassoura. Fomos pela primeira vez a uma gelataria que abriu há pouco tempo perto de nossa casa.

Conversa que tivemos no caminho:

Eu: Não é dos melhores dias para comer um gelado. Está um bocado frio!
Vassoura: Mas, mamã, os gelados comem-se em qualquer altura do ano!
Eu: Não precisas de me dizer isso, que eu sei.
Vassoura: Mas realmente os gelados sabem melhor no verão, porque temos calor.
Varinha: As margaridas são ao contrário, sabem melhor no inverno.
Eu: As margaridas?
Varinha: Sim, as margaridas.
Vassoura: Não sabes o que são, mamã? São aqueles queques...
Eu: Ah! Queres dizer as madalenas...
Vassoura: Pois, parecia-me que o nome não estava bem...
Varinha: Eu misturo os nomes!

E vocês? Preferem gelados ou madalenas?

Eu prefiro gelados, de longe, mas como me ficou a doer um dente* depois do gelado de hoje, prefiro que os gelados fiquem... longe (da minha boca)!

*É um dente que de dente já pouco tem. Vou marcar dentista. Já era minha intenção marcar, agora tenho duas boas razões: a dor neste dente e o chumbo que me caiu de outro dente (reparei por acaso quando estava a investigar o dente dorido)!

Tinha de escrever* esta "saída" antes que me esquecesse...

27.07.15 | Bruxa Mimi
... apesar de ter um relatório para acabar e entregar hoje (e outro para entregar até sexta-feira, mas esse não é para aqui chamado, por enquanto).

Ao pequeno-almoço, a Varinha e o Feitiço começaram a discutir sobre quem é que irritava mais quem.

Feitiço: Estás a ver, tu estás-me a irritar!
Varinha: Tu é que me irritas!
Eu: Varinha, o Feitiço só te irrita porque tu deixas.
Varinha: Ele irrita-me, ele às vezes chama-me "cocó"!
Eu: E então? Ele às vezes também me chama "cocó". Sabes o que é que eu lhe digo? "Ah, sou a mamã-cocó, é?" E ele responde: "Não és mamã, és só cocó." E eu respondo: "Não sabia que falavas com o cocó!" E ele fica sem resposta...
Varinha: Ele irrita-me e eu não me consigo controlar...
Eu: Estás a ver? Está nas tuas mãos!
Varinha: Sim, está nas minhas mãos, mas se eu lhe bater, tu é que ficas irritada comigo e bates-me a mim!

*Ora, se tinha de escrever, mais valia publicar!

Anne of Green Gables

23.07.15 | Bruxa Mimi
Depois de ver num blogue referência à minha querida Anne, resolvi comprar a coleção. Fui ao site que a Raquel recomendou e fiz a encomenda (cujo link está a seguir), mas 40 cêntimos mais barata, ou seja, ficou-me a 39,62€. :-)

http://www.bookdepository.com/Complete-Anne-Green-Gables-Montgomery/9780553609417

Anteontem chegaram! Li umas páginas do primeiro livro, mas tive de interromper a leitura. Só a poderei recomeçar durante as férias. Controla-te, Mimi!

Feitiço, "encantador" de escovas

23.07.15 | Bruxa Mimi
A dentista conseguiu a colaboração do Feitiço pedindo-lhe "ajuda". Uma das ajudas era dar a ordem à escova elétrica para rodar.

Dentista: Ajudas-me a fazer a escova rodar?
Feitiço: Sim!
Dentista: Tens de dizer "Roda"... mas tens de dizer com convicção!
Feitiço [a medo, que a palavra era difícil]: Convição.

Eu, Rogério, dentista: [Risos.]

Dentista: O que tu tens de dizer é "Roda", OK?

E assim, sempre que necessário, a médica dizia: "Diz.", o Feitiço dizia: "Roda.", a escova rodava e a limpeza ia sendo feita! :-)

Pedido de desculpas público (continuação do post sobre a ida ao dentista)

23.07.15 | Bruxa Mimi
Sem saber, pensando que era verdade, pelo que vi com os meus olhos e ouvi a pediatra dizer, andei a difamar a Varinha.

A Varinha não tem QUATRO CÁRIES. A Varinha NÃO TEM NENHUMA cárie!

Pois é, aquilo que toda a gente que viu pensava serem cáries - inclusive a pediatra, que disse: "Há muito tempo não via uma cárie deste tamanho numa criança desta idade!", não são cáries. São uma malformação, ou outra palavra do género, do esmalte dos dentes, que é muito esponjoso, deixando passar tudo. São dentes que, por isso, são mais suscetíveis de apresentarem sensibilidade (a Varinha já "acusou" um bocadinho) e de ficarem com cáries, realmente, mas, até ao momento, nada do que ela apresenta nos dentes é cárie.

Exma. filha Varinha Bruxa Gata (nome completo), aqui fica o meu pedido de desculpas público. Andei a acusar-te de lavares tão mal os dentes que tinhas quatro cáries, espalhei isso pela blogosfera, e noutros circuitos comunicativos e, afinal, não é nada disso... Desculpa.

Voltando à consulta, a dentista teve de anestesiar a Varinha para lhe tirar os dois incisivos de baixo, para arranjar espaço para o definitivo que já está meio de fora. Depois guardou os dentes num baú verde e entregou-mo.

A parte melhor da ida ao dentista, para a Varinha, foi o facto de ter comido um gelado logo a seguir, por causa da anestesia/dor/impressão.

A melhor parte, para mim, foi o comportamento exemplar da Vassoura, o comportamento quase exemplar do Feitiço e o comportamento (pós-choro inicial) da Varinha. (resposta politicamente maternalmente correta)

A melhor parte, para mim, foi a caixa de gelado de menta* e a caixa de cornetos de chocolate que aproveitei para comprar quando comprei o gelado para a Varinha. (resposta honesta**)

*Só provei um bocadinho há bocado*** e não é, nem de longe, nem de perto, tão bom como o gelado de menta da Carte d'Or - apesar de ter comprado da Olá, e a Carte d'Or pertencer - acho - à Olá.

**Honesta, mas porque eles realmente se portaram bem. Se se tivessem portado todos mal, eu aceitaria não comer gelados durante algum tempo (olhem que para mim é difícil muito difícil não comer gelado nesta altura do ano!) em troca do bom comportamento!

***Foi mesmo só um bocadinho, uma colherzinha que tirei do prato do Rogério para provar, porque estou a tentar só "atacar" o gelado depois de concluir o relatório da formação que fiz ao longo do ano e que já se arrasta há alguns meses... 

A ida ao dentista

22.07.15 | Bruxa Mimi
Ontem foi a primeira ida ao dentista da Vassoura, da Varinha e do Feitiço. 

A primeira foi a Vassoura. Portou-se lindamente, está tudo bem com os dentes e sua higiene. 

A seguir foi o Feitiço. Estava com um bocadinho de medo, mas em menos de um minuto colaborava com tudo o que a médica lhe dizia. Está tudo bem com os dentes e sua higiene.

Por fim, chegou a vez da Varinha. Chorou, fugiu (não para longe, mas saiu do consultório), ... um drama. A médica soube lidar bem com ela. Foi a consulta mais demorada, atendendo às situações dentárias que apresentava. O "resultado" da consulta merece destaque em post próprio (que não dá para escrever agora).