Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (17, 15, 14 e 6 anos).

04.08.15

Eu e o Feitiço fomos às compras


Bruxa Mimi
na quinta-feira passada. Fui buscá-lo à escola a pé e a pé fomos ao Continente. Objetivo principal: comprar t-shirts e pijamas de verão para ele. Objetivo secundário: comprar livros "Uma Aventura", a partir do 30, para continuar a coleção que a Vassoura anda a devorar

Apesar de saber que o objetivo era comprar t-shirts, o Feitiço não se inibiu de pedir brinquedos, no geral, e aqueles pelos quais passámos, em particular. Disse-lhe que não. Perguntou porquê. Respondi que não estávamos ali para comprar brinquedos, e muito menos lhe compraria naquela altura, quando todos os dias fazia pelo menos uma birra.

Feitiço [já a falar alto demais]: Eu não faço assim tantas birras!
Eu: Como a que estás a começar agora?
Feitiço: ...

Lá se deixou de pedinchices e comprámos a roupa, em equipa. O Feitiço escolheu algumas coisas. Quando eu propunha alguma t-shirt de que ele não gostava muito, o Feitiço dizia:

- Eu não gosto dessa. 
Eu: Mas é gira, Feitiço.
Feitiço: Humm, pode ser, eu gosto um bocadinho...

Depois fomos à secção dos livros. Encontrei numa prateleira alguns livros d'"Uma Aventura", mas não eram os que queria. Achei estranho serem tão poucos, quando há uns meses havia imensos exemplares da coleção. De repente, o Feitiço diz:

- Mamã, olha o que tu querias!

Olhei. Ele estava a apontar para uma "estante" daquelas de cartão forte, identificada por fora com "Uma Aventura" e que só tinha, precisamente, livros da coleção. 

Eu: Era isso mesmo. Obrigada, Feitiço! Nem sei como é que não vi.

Na estante, encontrei os livros a partir do 30. Comprei até ao 40.

Enquanto nos dirigíamos para a caixa, passámos pelas coisas da praia. 

Feitiço: Podes comprar isto [coisa qualquer, volumosa e desnecessária]?
Eu: O que é que achas?
Feitiço: Ah-Ah-Ah, estava só a brincar. Já sabia a resposta.
04.08.15

Para os que continuam céticos


Bruxa Mimi
relativamente à comida vegetariana, porque mantêm a ideia de que passada meia hora terão fome outra vez e que comida vegetariana é "só verduras"...

... informo que no sábado fomos festejar o aniversário do avô Gato a um restaurante vegetariano (nosso conhecido de longa data). Começámos a almoçar cedo (combinámos às 12:30h), o almoço não se arrastou pela tarde fora e, mesmo assim, não lanchei (eu sou pessoa que lancha bem!) e, ao jantar, pouca fome tinha.

"Não é o cavalo que puxa a carroça, é a aveia." (não sei quem disse)

Adenda (7-8-2015): O restaurante funciona com buffet do qual nos podemos servir as vezes que quisermos (um pormenor que também faz a sua diferença!).
03.08.15

Depois da ida ao dentista,


Bruxa Mimi
muito contente com o bom comportamento do Feitiço (delas também, mas estavam chez avós gatos na altura), comprei-lhe dois pacotinhos (dos mais pequenos, de 10g) de Jumpingclay.

Fotografia tirada após terem sido abertos.
Ao chegar a casa, ele quis logo utilizar a plasticina para fazer um dinossauro. Escolheu este,


fê-lo com o Rogério


e ficou assim:


Não está parecido?
03.08.15

Dizer "olá"


Bruxa Mimi
O Feitiço foi à escola até à quinta-feira passada. Fui com o Rogério levá-lo (não costumo ir, mas como ia entregar o relatório à escola sede do agrupamento a que pertenço e essa escola fica ao lado da escola dos nossos filhos, aproveitei a boleia) e fui eu que o acompanhei ao recreio do J.I., tendo o Rogério ido embora.

Ao percorrer os corredores até à saída da escola, passei - reparando - pela Capela. Entrei e estive um bocadinho a conversar com Jesus. Foi uma "visita de médico", mas foi boa.
03.08.15

A avó Bruxa é o máximo!


Bruxa Mimi
Como vos disse, a Vassoura e a Varinha estiveram em casa dos meus pais. Quando falei com a minha mãe na véspera de as irmos buscar, disse-me que estava tudo lavado (como de costume), mas desta vez esmerou-se, pois ...

... tirou apontamentos sobre as "saídas" da Varinha para eu escrever no blogue!!!

Infelizmente, acho que os apontamentos não vieram na mala...
03.08.15

Feitiço 0 - 2 Xixi


Bruxa Mimi
O título diz o resultado, mas não diz tudo, desta vez.

O Feitiço esta manhã já dizia que nunca ia conseguir aguentar e não fazer xixi durante a noite...

Eu disse-lhe que a Vassoura e a Varinha também molharam muitas vezes a cama antes de conseguirem e depois começaram a conseguir acordar secas. Ele não se convenceu e manteve o negativismo.

Desiste depressa, este filho. 

E o pior é que eu também tenho vontade de desistir e adiar mais um ano, mas como o Feitiço tem cinco anos e esta é a idade dita "normal" para que todas as crianças* não façam xixi na cama durante a noite (salvo acidentes, que podem acontecer a qualquer um, em circunstâncias especiais), não vou desistir.

Vendo o lado positivo da situação: o Feitiço não se opõe ao banho, já que estar encharcado em xixi não é coisa que o atraia.

*Muitas crianças deixam de fazer antes desta idade (felizmente para os pais delas - sortudos!), mas até aos cinco anos é normal - chato, mas normal, não é preocupante.
02.08.15

"Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, tem piedade de nós."


Bruxa Mimi
Gostei imenso deste vídeo que encontrei no blogue da Marisa:


Não faço ideia de qual é a explicação química (porque a há) para a experiência apresentada, mas a mensagem é muito clara... boa ideia a de quem se serviu dos seus conhecimentos de Química para evangelizar! :-)

P.S. - Acordei com barulho, fui à casa de banho, espreitei o Feitiço (se estivesse seco iria tentar pô-lo a fazer xixi para começar bem a "Missão sequinho") e decidi vir para aqui em vez de voltar para a cama (se calhar daqui a bocado volto, logo vejo). É por isso que este post aparece tão cedo.
01.08.15

Feitiço: nova "missão sequinho"


Bruxa Mimi
Hoje o Feitiço foi para a cama sem fralda (sem ser por esquecimento). É a nova "missão sequinho", sequela da Missão: "Feitiço sequinho".

Quem ficará a ganhar, após o primeiro combate Feitiço - Xixi?

Aceitam-se apostas... (mas não há prémio para ninguém!)

Eu, pessimista q.b. neste campo, não aposto.