Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Jejum

16.02.16 | Bruxa Mimi
Quaresma é - entre outras coisas - tempo de jejum. Mas desengane-se quem (ainda) pensa que só se pode jejuar de alimentos...

Esta Quaresma (mais propriamente no domingo, durante a homilia) decidi jejuar de Facebook. Em troca, ganho tempo e liberdade. Ora, se ninguém me obrigava a ir ao FB, por que razão ganho liberdade? Porque, quando eu vou (ia) ao FB, só "um bocadinho", acabava sempre por lá ficar demasiado tempo.

É uma dificuldade minha: saber fazer/comer/etc. qualquer coisa "só um bocadinho"...

Sonhos #57

15.02.16 | Bruxa Mimi
Há semanas sonhei que um aluno da turma ao lado da minha, que tem um comportamento muito (mas muito mesmo) complicado, tinha mudado de escola. Não sendo ele meu aluno, ainda assim lembro-me que estava muitíssimo aliviada por ele se ter ido embora.

Na vida real, até não me dou mal com a criança (às vezes é difícil darmo-nos bem com algumas crianças, acreditem), mas já o vi fazer e dizer coisas que levam uma pessoa à loucura. Não invejo a colega que o tem na turma.

Convite para dançar

14.02.16 | Bruxa Mimi
Ontem o Rogério surpreendeu-me. Pôs um CD a tocar e começou a dar uns passos seguindo umas indicações que recebeu e apontou quando frequentou aulas de dança de salão durante um ano (antes de nos conhecermos). Assim que começou eu não esperei um convite (que certamente surgiria!) e fui dançar com ele. Ora, eu nunca frequentei danças de salão, mas aprendo depressa... arrisco soar presunçosa e afirmo que rapidamente poderei saber dançar comme il faut melhor do que o Gato. É que - e ele é o primeiro a reconhecê-lo - o Rogério não tem jeito para associar a música que ouve aos passos que tem de dar, ao passo que eu saí à Avó Bruxa (e ao Avô Bruxo, apesar de ele não ser fã de dançar) e tenho facilidade nisso.

Não dançámos muito, mas foi engraçado aprender uns passos de várias danças de salão (só sabia valsa): chá-chá-chá, rumba, ... No entanto, eu disse ao Rogério que mais valia dedicarmo-nos a um só tipo de dança do que rodarmos por todos - isto se quisermos melhorar enquanto par dançante.

Combinámos repetir a dose hoje. :-)

Uma imagem vale mais

14.02.16 | Bruxa Mimi
... do que mil palavras, por isso esta manhã pensei fotografar a cama do Feitiço para contar "o que aconteceu". No entanto, como não fotografei antes de irmos à Missa e ao voltar não me lembrei, retirei os lençóis e pu-los na máquina de lavar roupa, onde estão às voltinhas com água e detergente (e outras peças de roupa)...

Apesar de não ter uma imagem e de não ter escrito mil palavras, aposto que já perceberam "o que aconteceu"...

:-(

(Hoje vamos comprar fraldas, claro.)

O melhor amigo do Feitiço faz hoje anos

11.02.16 | Bruxa Mimi
As crianças surpreendem-nos (com vários sobrinhos, três filhos e uns bons anos de experiência como babysitter e professora do 1º Ciclo, isto não é novidade). O Feitiço acabou de me surpreender.

Hoje o António Power faz seis anos. Foi fácil fixar a data porque é exatamente um mês depois do aniversário do Feitiço. Ora o Feitiço esteve com o António exatamente três vezes, nos três retiros das Famílias de Caná em que participámos. No primeiro retiro, em Almada, estava tanta gente que penso que eles nem devem ter chegado a conversar - pelo menos não houve nenhum feedback a esse respeito. Nos outros já falaram e brincaram juntos.

Diálogo há bocado:

Eu: Feitiço, lembras-te do António Power? [Esperava um vago "sim" como resposta, confesso.]
Feitiço, abrindo um sorriso: Sim, é o meu melhor amigo!
Eu: Ele hoje faz seis anos.
Feitiço: Então vai ter a minha idade!


P A R A B É N S,   A N T Ó N I O ! ! !

Etiquetas com mensagens

10.02.16 | Bruxa Mimi
Antes de deitar fora as etiquetas que acompanhavam umas caixas de doces que comprei para oferecer no Natal (mas que não chegaram a ser oferecidas), apercebi-me, pela segunda vez (a primeira foi quando fiz a compra), que cada uma continha uma frase que vale a pena partilhar:


"Um tesouro pode não ser um amigo, mas um amigo será sempre um tesouro."
Benjamin Franklin

"O segredo da felicidade é encontrar a nossa alegria na alegria dos outros."
Alexandre Herculano

Gostei!*

*(das frases e dos doces)

Canto de oração da Quaresma 2016

10.02.16 | Bruxa Mimi
Um bocado perdidos, sem saber como preparar o nosso Canto de Oração para a Quaresma, no ano passado aproveitámos as ideias da Família Power e adaptámo-las ao nosso espaço.

Agora, o que nós fizemos de muito diferente da Família Power, ao longo deste ano que passou, foi que poucas alterações fizemos no Canto de Oração, apesar de termos passado pela Páscoa, pelo Tempo Comum, pelo Advento, pelo Natal e novamente pelo Tempo Comum (algumas semanas). 

Foi por vergonha que não mostrei o Canto de Oração nestes diversos tempos litúrgicos. Tirando a frase, que retirei já há meses (acho), continuavam lá as ovelhas e as flores que fomos semeando. Bonito estava, mas vivo... nem por isso!

A Vassoura chegou a dizer que, para esta Quaresma, podíamos aproveitar o que já tínhamos - nem era preciso mais nada! - mas eu não concordei. Intimamente, confesso, pensei: "A Teresa há de apresentar o seu Canto de Oração para esta Quaresma... Quase de certeza haverá referência, também, ao Ano Jubilar da Misericórdia... Se não me ocorrer nada, voltamos a fazer plágio assumido!".

Meu pensado, meu feito. Hoje a Teresa publicou o que eu tanto aguardava, começando assim: "O dia em que preparamos o Canto de Oração para novo tempo litúrgico é sempre um dia de festa cá em casa, e todos querem participar.". Isto é tão o que não se passa cá em casa! 

Bem, como hoje o Feitiço está em casa dos Avós Gatos e o Rogério foi trabalhar (eu tenho muito trabalho, mas terei de o fazer em casa), chamei a Vassoura e a Varinha para verem o post da Teresa e me ajudarem a preparar o Canto de Oração. Vieram entusiasmadas, concordaram com a frase entusiasmadas, retiraram as flores de 2015 a meu pedido. Depois... cansaram-se. :-(

A frase (na verdade, são duas frases, mas deixemo-nos de esquisitices) "Eu sou a porta das ovelhas. Se alguém entrar por mim será salvo." já está colada. Mas ainda não temos mais nada.

Eu e a Vassoura tivemos a mesma ideia: arranjar duas portas (de cartolina ou outro material) para prender à esquerda e à direita do nosso oratório, tornando a frase mais concreta (e aproveitando a ideia da Família Power, mais uma vez). Também pensei em arranjar um bocado de papel crepe encarnado para "jorrar" sangue da bilha "Famílias de Caná".

Pela primeira vez desde que temos o Canto de Oração, pensei que devíamos retirar e guardar o presépio em JumpingClay que tem estado sempre ao centro. Parece-me que é mais difícil focar no sentido da Quaresma quando temos algo sempre a "dizer": "Natal, Natal!". Em relação às ovelhas, íamos retirá-las, mas... "Eu sou a porta das ovelhas." - "Das ovelhas." Elas não estão a mais!...

Quando houver desenvolvimentos, mostrarei como ficou. Rezem por nós, para que o Canto de Oração nos convide a fazer a caminhada da Quaresma começando, em parte, por nos dedicarmos a ele!