Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Sinto-me leve...

07.04.16 | Bruxa Mimi
Esta manhã sentia-me pesada. Ia ter reunião de pais (outra vez?!?)* e não me sentia preparada para falar e ainda menos para "ouvir".

O Senhor foi muito misericordioso para comigo. Tirou-me literalmente peso dos ombros! 

(Só não me tirou peso daquele que se verifica na balança, se é que me faço entender. ;-))

*Tem de ser... Será que foi a última?

Parabéns, Varinha!

05.04.16 | Bruxa Mimi
Pois é, há quem faça 5 meses (a Lúcia) e há quem faça 8 anos - a Varinha. O tempo passa!  :-)

A esta hora não tenho tempo para grandes escritas, mas também, mesmo que tivesse, eu não tenho jeito para escrever sobre os meus filhos, assim mais intimamente, aquilo que está no fundo do meu coração, ou melhor, aquilo que está no fundo e em todo o meu coração...

O que sei é que a Varinha hoje faz anos e que está muito contente por poder almoçar comigo e com uma amiga, fora da escola. O meu horário de 3ª feira permite-me fazer isto, é uma "sorte"!

P A R A B É N S ! ! ! ! ! ! ! !

Seis filhos por um dia

02.04.16 | Bruxa Mimi
Como eu contei aqui, a Vassoura e a Varinha ficaram em casa dos avós bruxos com os tios e as primas. Ficaram lá de quinta para sexta-feira.

Ontem, sexta-feira, ao fim da tarde, a minha irmã e o marido vieram "devolver" as sobrinhas e deixaram as três filhas. Demos-lhe jantar, dormida, pequeno-almoço e daqui a pouco daremos almoço. Nada do outro mundo. Mas...

... a minha sobrinha mais velha (destas três) está desde janeiro com algumas (bastantes) restrições alimentares. Para o pequeno-almoço, por exemplo, tivemos de fazer um pão especial. Eu nunca tinha feito pão na vida!

A minha irmã deveria ter-me perguntado se eu tinha os ingredientes necessários, mas assumiu que, tirando as sementes de linhaça e o coco ralado - que enviou -, havia de tudo cá em casa...

Wrong! 

Não tínhamos uma chávena graduada (e eu não sou boa nas equivalências chávena/caneca e a minha sobrinha - que em casa prepara o pão sozinha - também não), não tínhamos fermento ("Mas eu sei que tu fazes bolos!" - disse a Margarida. "Eu uso farinha "self-raising"" - respondi.) e só por acaso tínhamos os quatro ovos necessários. O fermento foi comprado na mercearia que felizmente existe no prédio ao lado do nosso.

Durante a elaboração do pão fartei-me de ligar para a minha irmã. Até para saber que potência e quanto tempo colocar no micro-ondas. Mas no fim, segundo a minha sobrinha, o pão ficou com o aspeto com que costuma ficar. Não fui a tempo de tirar uma fotografia ao pão inteiro, mas tirei quando ainda só se tinha tirado uma parte e depois de a minha sobrinha ter terminado o pequeno-almoço (ela comeu o pão com atum por cima).





Os seis primos têm estado a brincar com Legos, às escondidas, às pinturas, jogos... É um fartote!

Curiosamente, não acho que os seis façam assim tanto barulho! :-)

Pág. 2/2