Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

O meu filho é burro

23.11.16 | Bruxa Mimi
Pronto, tenho dito.

É uma coisa horrível de se dizer, sei bem, mas é o que acho, neste momento.

Quando digo que ele é burro, não me refiro a inteligência cognitiva, que até ao momento ele dessa aparenta ter em dose suficiente.

É burro socialmente.

Quando digo que é burro socialmente, não me refiro a não ter amigos (embora se arrisque no futuro a passar por isso, se não mudar).

Faz uma asneira e repete-a, repete-a, repete-a, mesmo sabendo que vai ser castigado e/ou apanhar uma palmada.

Falar com ele não adianta, dar castigos não adianta, dar palmadas não adianta... 

Mas provavelmente ele não é burro. Burros somos nós, que não conseguimos ajudá-lo a melhorar o comportamento. 😞

300 mensagens

23.11.16 | Bruxa Mimi
... de diferença entre as publicadas este ano (até há bocado) e em 2015, como se pode ver:
Como foi que no ano passado publiquei tanta coisa? Não sei mesmo...

Para superar este número (542), precisaria de, até ao fim de 2016, publicar uma média de quase dez posts por dia... o que não me parece que vá (ou possa, sequer) acontecer!

5.ª sessão da formação

23.11.16 | Bruxa Mimi
Ontem, entre o jantar e os parabéns à Vassoura, lá estive na formação. 

Não havia "matéria nova". Tínhamos que pôr em prática os nossos conhecimentos numa atividade para avaliação.

Felizmente o prazo para enviar as atividades nunca é o próprio dia da sessão, pelo que ontem fiz o que conseguia e esta manhã fiz o que faltava. O Rogério ontem ainda me deu uma ajudinha, para me "desbloquear"! O problema na altura: a falta de um ponto e vírgula! A sério!...

Apesar de ter terminado a atividade, ainda não a enviei. Coloquei umas questões ao formador e aguardarei a resposta. Já que tenho tempo, e o trabalho está feito, não vale a pena precipitar-me!

A reação deles

22.11.16 | Bruxa Mimi
Antes de o Rogério levar as crianças à escola, houve tempo para a Vassoura abrir as prendas. A "abertura" da última prenda teve direito a ser filmada pelo Rogério (por sugestão minha). Não vi o vídeo para poder fazer uma transcrição fiel das palavras e expressões que surgiram, mas partilho o que a minha memória tem registado, passada mais de uma hora.

Passámos para a mão da Vassoura a capa A4 com as ecografias. A Varinha estava à esquerda da aniversariante e o Feitiço à direita.

Vassoura: O que é isto?

[abre a capa]

Vassoura: Não percebo nada...

Rogério: Mostra-lhe a de baixo [a ecografia em que se vê melhor o formato do corpo].

Vassoura vê uma das imagens em que aparece a vista da coluna do(a) bebé. Comenta.

Vassoura: Parece uma pessoa.

Eu: É uma pessoa!

Varinha: É a Vassoura bebé!

Eu: Não.

Vassoura: É a Varinha!

Eu: Não.

Vassoura ou Varinha: É o Feitiço!

Eu: Não.

Varinha: É um bebé novo!

Eu: Sim!

Vassoura e Varinha: Viva!

Feitiço: Mas é mesmo verdade?

Vassoura e Varinha: Sim, vamos ter mais um irmão!

Eu: Ou irmã.

Rogério: Deve ser uma irmã.

Feitiço: Oh! Eu quero um irmão!

Eu: Não se pode escolher, Feitiço, já é o que é, só que ainda não há certeza.

Rogério: Quando foram vocês, o médico acertou sempre nesta altura.

Eu: É verdade. Mas o médico não é infalível, e não deu certezas. Temos de esperar para ter certeza.

Concluindo: Elas ficaram muito contentes com a perspetiva de terem mais um irmão ou uma irmã, sem preferência; ele disse que preferia um irmão, mas não resistiu à matemática da situação:

Feitiço: Vamos passar a ser seis cá em casa.

Eu: Já somos seis.

A Varinha antes de sair de casa perguntou: 

Varinha: Há quanto tempo é que vocês sabem?

Eu: Sabemos que eu estou grávida desde o dia 1 de outubro, mas quisemos esperar pelo aniversário da Vassoura para vos contar... E durante este tempo vocês...

Vassoura [sorrindo]: Andámos a dizer que queríamos um irmão!

Eu: E que eu tinha a barriga grande e parecia grávida... Pois, desta vez estou mesmo! A barriga vai continuar a crescer e é normal!

💝😊 💝

Começo a ficar desesperada

21.11.16 | Bruxa Mimi
... enquanto mãe de um aluno do 1.º ano que tem comportamentos totalmente desajustados na sala de aula e também no recreio. 

Há uma fase no desenvolvimento em que as crianças (muitas, mas não todas, felizmente) se põem a morder as outras pessoas. É muito chato ser pai ou mãe das vítimas, mas acho que ser pai ou mãe dos atacantes ainda é pior. Isso acontece por volta dos quê, dois, três anos, não é?

Pois o Feitiço há umas semanas mordeu um menino na catequese e hoje, fiquei há pouco a saber, mordeu um colega no recreio. E ele já passou os três anos há bastante tempo... está quase a fazer sete!

Quando falamos com o Feitiço, ele acha sempre que o "outro" fez alguma coisa que justifica o seu comportamento.

Portanto, depois de vinte anos a ver comportamentos destes em filhos dos outros, estou agora a vê-los no meu filho e custa... muito.

Formação VS. Aniversário de Vassoura

21.11.16 | Bruxa Mimi
Amanhã a Vassoura faz anos, como já me "fartei" de dizer por aqui. 

Amanhã é dia de sessão da formação, de que também já falei abundantemente.

Vai ser chato ter a formação no dia de anos da Vassoura, mas é muito melhor que seja online do que se fosse presencial, pois assim poderei estar "a meio gás" - explicarei de início o que se passará, para não estranharem a minha participação mais reduzida do que habitualmente.

Se fosse uma formação presencial, ou faltaria a esta sessão, o que seria possível, mas não me agradaria, ou iria à formação e estaria ausente quando a Vassoura chegasse a casa e chegaria demasiado tarde para os parabéns - o que não quereria que acontecesse, de todo!

Viva o e-learning!