Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Stop!

04.03.17 | Bruxa Mimi
O que é que eu dei conta agora mesmo?

Alguém sabe? Alguém adivinha?

Eu digo, eu digo...

Hoje é dia de aniversário do blogue!

Apercebi-me de repente, ao ler com muito gosto um comentário da Escondida que muito escondida tem andado, que hoje era dia, não 3, não 5, mas 4 de março! E fez-se luz: foi num dia 4 de março que iniciei a escrita neste espaço, por isso o blogue faz anos. E até "casa os anos", pois faz 4 anos ("nasceu" em 2013).


P A R A B É N S    A    NÓS!!!
🎂  🎂  🎂  🎂


Sonhos #64

04.03.17 | Bruxa Mimi
Quem teve este sonho - categoria pesadelo - foi a Vassoura, há umas semanas. Acordou-me a meio da noite, a chorar, aflita com o que tinha "acontecido" no sonho. Embora soubesse que tinha sido um sonho, não conseguia "desligar" e pensar noutras coisas.

No sonho, eu vou buscar os três à escola, mas começo a andar muito depressa. A Varinha começa a falar com colegas e fica para atrás. A Vassoura, preocupada, olha para trás, para ver se a Varinha já está a aproximar-se, e fica em pânico quando vê a Varinha dentro de um carro, virada para trás, com um ar assustado, a agitar as mãos. Nesta altura do sonho, a Vassoura acordou.

Depois de acalmar a Vassoura, com muitos abraços, quem ficou incomodada com o sonho da Vassoura fui eu, bem acordada!

Sonhos #63

04.03.17 | Bruxa Mimi
A noite passada sonhei que me "rebentavam as águas" por estes dias, ainda às 29 semanas, e eu dizia: "Ai, que não tenho nada pronto! Só às 30 semanas é que ia começar a lavar a roupa da bebé e a tratar do resto das coisas!*".

No hospital, diziam-me: Está tudo bem, pode ir para a casa descansar. Não se passa nada.

E eu respondia: Não se passa nada? Então eu comecei a perder líquido amniótico e o senhor [era um homem] acha que é normal eu ir para casa? Para arranjar uma infeção, não?

Depois, no sonho, eu acabava por ficar no hospital, e fazia força com vontade mas a bebé não chegava a nascer - eu, pelo menos, não a "vi"! 

*Verídico.

Quaresma

03.03.17 | Bruxa Mimi
Estamos na Quaresma desde dia 1, eu sei. Já sabem que não podem contar comigo, aqui no blogue, para vos ajudar a caminhar na Fé... Muitas vezes passam as ocasiões e por aqui é como se não se passasse nada...

Mas o facto de não escrever sobre isso não significa necessariamente que eu esteja alheia ao que se passa, ou que não dê importância.

Relativamente à Quaresma, vou ser muito sincera: durante muitos anos, quando começava este tempo litúrgico, eu só pensava que era um tempo chato, ou, pelo menos, difícil. Eu até sabia que era o tempo de preparação para a Páscoa, mas para mim era longo demais. A Páscoa nunca mais chegava! Eu olhava para este tempo como o tempo em que não podia ou não devia comer ou fazer isto ou aquilo. Sempre do ponto de vista de quem está a perder alguma coisa boa. Na prática, viver a Quaresma era uma grande chatice.

Agora (um "agora" que já tem uns bons anos, mas que se tem vindo - talvez - a aprofundar), sendo verdade que neste tempo continuo a privar-me de algumas coisas, faço-o com alegria. Fico mesmo contente pelas pequeninas coisas (renúncias ou sacrifícios) que vou oferecendo. São coisas pequeninas, mesmo pequeninas, muitas das quais passam totalmente despercebidas a quem está perto de mim, mas eu sei que foram renúncias ou sacrifícios porque fui eu que os vivi. E não fico a olhar para a "perda", mas para a "oferta" que fiz.

Não sei se a maneira como me estou a expressar dá a entender que eu agora [acho que] sou muito boa, ou muito santa. Espero que não, porque isso dificilmente estaria mais longe da verdade. Não, eu sou a mesma, mas encarar a Quaresma com uma perspetiva diferente tem sido uma bênção.

Palavras que me têm ajudado nos últimos tempos, e que talvez vos possam ajudar também, encontram-se no site das Famílias de Caná. Boas leituras e boa caminhada quaresmal!

Já faltou mais...

03.03.17 | Bruxa Mimi
Ontem cheguei às 29 semanas de gravidez. O tempo passa! 

Não sei se vos disse (acho que sim, mas não tenho certeza) que não dava conta dos movimentos da bebé na altura em que supostamente já a deveria sentir. É só para vos dizer que já há umas boas semanas que sinto perfeitamente as danças e os pontapés com que ela me presenteia. Adoro!

Pág. 5/5