Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




De maio não passa!

por Bruxa Mimi, em 01.05.17

Chegados a maio, chegámos ao mês de Maria, tal como chegámos ao mês da Magia, aqui no blogue. Até ontem, a Magia poderia querer nascer em abril - a partir de hoje, não tem outra hipótese senão nascer em maio.

 

Os partos dos três irmãos foram induzidos num dia em que a minha médica estava de serviço. O parto da Magia também já tem data para ser induzido, se a rapariga não for mais decidida do que os irmãos e não quiser nascer antes desse dia. Desculpem, mas não vou partilhar convosco (pelo menos, não agora) a data prevista para a indução. Mas quando a Magia nascer, não demorarei muito (espero) a contar a novidade.

 

Uma nota a concluir este pequeno post: não ando a dormir nada bem. Sinto-me quase sempre cansada e até tenho "medo" do pós-parto, que é sempre cansativo, quando já levo um avanço tão grande em termos de cansaço.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

Mês de Maria - Dia 1

por Bruxa Mimi, em 01.05.17

"O HOMEM QUE SE MATOU"

 

Uma senhora francesa sentia-se muito preocupada. O seu marido, que tinha levado vida pecaminosa, acabou de uma maneira tristíssima. Num acto de desespero, atirou-se de uma ponte abaixo e morreu afogado no rio. 

A pobre viúva pensava: - O meu marido está certamente no inferno, pois morreu no pecado e sem receber os sacramentos. 

Dirigiu-se à freguesia de Ars, no Sul de França, onde vivia um sacerdote santo que consolava todos os infelizes. 

Como a igreja paroquial estava cheia, a senhora e muitos peregrinos ficaram fora, no adro. O santo Pároco, chamado Padre João Baptista Vianey, passa. De repente os seus olhos fixam-se na senhora vestida de luto, que cai de joelhos, como todos os outros. O Santo recolhe-se uns momentos, parecendo escutar a voz de Deus. Depois inclina-se para a aflita peregrina e diz-lhe em voz baixa: - Salvou-se! 

A viúva, sobressaltada, parece não acreditar. O Santo repete: Salvou-se! 

Com um gesto de incredulidade a senhora pergunta: - Mas quem? 

O Santo, repisando bem bem cada uma das palavras, insiste: - Afirmo-lhe que o seu marido salvou-se: Está no Purgatório e é preciso rezar por ele. 

- Mas como, Senhor Padre? 

- Entre o parapeito da ponte e a água do rio, em que se afogou, fez um Acto de Contrição. Não se lembra do mês de Maria feito em sua casa? Não é verdade que o seu marido trazia todos os dias dos campos um ramo de flores para a senhora colocar no altar da Mãe de Deus? Foi este obséquio que lhe alcançou de Deus a graça do arrependimento, no último instante.

 

Este homem por trazer todos os dias do mês de maio um ramo de flores para o altar de Nossa Senhora obteve a salvação. Também nós esperamos receber essa graça, que é a maior de todas, se cada dia deste abençoado mês colocarmos no altar da Mãe de Deus as três flores que Ela mais aprecia: 1.º - o terço; 2.º - ao menos um sacrifício ou acto de vencimento próprio; 3.º - a participação na devoção do Mês de Maria na igreja ou em casa. Pensa bem nestas três resoluções e procura cumpri-las fielmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:



Made by Vassoura



Palavras mágicas recentes

  • Silent Man

    Eu uso Feedly e estou sempre a receber sem grande ...

  • Bruxa Mimi

    Sê bem-vinda, Mamã Gansa! Também já te fui visitar...

  • Mamã Gansa

    Olá Bruxa Mimi a porta estava aberta, entrei e gos...