Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Best of: Teimosia/sabedoria

27.12.19 | Bruxa Mimi

(Publicado inicialmente em 21-10-2017.)

 

O Feitiço tem umas lógicas que de lógica pouco têm. O problema nestas situações é que ele não quer, por nada deste mundo, desistir da ideia que meteu na cabeça, e, portanto, teima, e teima, e teima, com má educação à mistura, numa tentativa de levar a sua adiante. É muitas vezes exasperante. 

 

A última ideia fixa era que não queria vestir cuecas lavadas depois de tomar banho, queria vestir as que tinha antes do banho (que, como agravante, tinham um suave perfume amarelado, se é que me faço entender). Teimou, e teimou, e bateu com o pé, e cruzou os braços, e disse repetidamente que só tomaria banho se não tivesse de lavar a cabeça... Eu avisei-o que seria eu a despi-lo e a pô-lo na banheira, se não se despachasse, e que isso poderia ter como resultado ele acidentalmente bater com alguma parte do corpo em algum sítio e magoar-se.

 

A cena demorou mais do que deveria, sinceramente, mas o Feitiço não teve mesmo outro remédio senão render-se. Sobretudo depois de eu lhe dizer:

 

- Tu és teimoso, mas eu também sou, e como eu sou a mãe e sou eu que mando, vai ser como eu quero.

 

Já na banheira, num tom rendido, pacífico, o Feitiço perguntou:

 

- Mamã, por que é que os pais mandam?

 

Respondi-lhe assim:

 

- Porque somos mais sábios.*

 

      

 

*Todos sabemos que nós, pais, falhamos e às vezes cometemos injustiças, fazemos más escolhas, enfim, temos os nossos momentos de pouca sabedoria. Mas, na maior parte das vezes, em situações corriqueiras do dia-a-dia, temos sabedoria suficiente para identificar um perfeito disparate quando o ouvimos! 

Não me perguntem

de onde é que isto veio!

23.12.19 | Bruxa Mimi

Vassoura, para Magia: Magia, sabes que dia é amanhã?

Magia: Sim!

Vassoura: Que dia é?

Magia: Te[r]ça-fei[r]a.

Eu e a Vassoura olhámos uma para a outra, surpreendidas.

Eu: E que dia é hoje?

Magia: Segunda-fei[r]a.

Eu: Quem é que te disse que hoje era segunda-feira?

Magia: Sou [Fui] eu.

Eu e a Vassoura ficámos mesmo admiradas. É claro que a Magia não há de ter adivinhado estes dois dias da semana de um momento para o outro, mas não sei onde ouviu. A verdade é que cá em casa ninguém assumiu a autoria desta passagem de informação à tagarela-mor, de modo que continuo sem saber de onde é que isto veio!

Fui nomeada e...

...só agora soube disso!

20.12.19 | Bruxa Mimi

Já não entrava no blogue há tanto tempo que hoje fui apanhada de surpresa por esta informação:

nomeacao_2019.bmp

O mais engraçado é que, embora a fase das nomeações me tenha passado ao lado, o evento "Sapos do Ano" não passou e eu votei em todas as categorias (alguns votos com convicção, outros um bocadinho recorrendo à estratégia "um-dó-li-tá", por falta de tempo para explorar os blogues mencionados). E eu tenho certeza que andei pelo blogue dos Sapos do Ano várias vezes desde essa altura, para trás e para a frente, e lembro-me de ter pensado que era normal que não tivesse sido nomeada, atendendo a que o Alheia a tudo... ou talvez não! está abandonado desde praticamente o início do ano letivo (não sei a data da última publicação - podia ir ver, mas não vou). 

Hoje, portanto, é dia de agradecer a quem me nomeou. O agradecimento vem tarde, relativamente a quando foi feito, mas cá está ele! Muito, muito obrigada!

P.S. - Eu não tenho qualquer intenção de acabar com o blogue. Se os posts mentais aparecessem publicados automaticamente, teria havido imenso movimento por aqui, pois a vida familiar, a vida profissional ou simplesmente o facto de eu ser um ser pensante e ter olhos e ouvidos funcionais suscitam frequentemente ideias para posts. Acontece que me pesa a consciência se vier escrever qualquer coisa, quando tenho tantas coisas de trabalho ou tantas arrumações em casa para fazer. O Gato Rogério, se estivesse a ler enquanto eu escrevia, estaria já a miar em concordância, pelo menos no que diz respeito às coisas para arrumar... Podes miar num comentário, se quiseres, Rogério!

Neste preciso momento, e apesar de este ser um texto que se lê (mas não se escreve...) num abrir e fechar de olhos, a consciência está a pesar-me, porque ainda não terminei as avaliações dos meus duzentos e tal alunos. Mas, caros leitores mais antigos, as "coisas malvadas começadas por S"(vulgo: sumários) estão 100% em dia, em todas as turmas!