Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (14, 12, 11 e 3 anos).

17.02.21

E depois do desabafo...

...um "babafo"!


Bruxa Mimi

A Magia (de 3 anos) estava a ver este vídeo do Cocomelon enquanto eu falava ao telefone com uma colega. 

Na altura da fruta amarela, pergunta-me:

- É maçã?

Eu, baixinho: Não, é ananás.

Magia: Mas "apple" é maçã!...

Gostei tanto daquela reflexão que pedi licença à minha colega para explicar à Magia que ananás, em inglês, acaba em "apple", mas é "pineapple".

E pronto, fica o meu babafo!

 

 

 

 

17.02.21

Desabafo


Bruxa Mimi

Aula online das 11h às 11:45h.

Aluna "entra" às 11:28h. Desculpa: "Não encontrava o link."

O link é o mesmo desde o início e tenho o cuidado de o colocar sempre à vista, mal entram na Classroom (como procedi, também, quando a turma em questão esteve em isolamento profilático, no 1.º Período. Não mudei o procedimento.). 

Detesto desculpas esfarrapadas (a alternativa é serem, naquela família, todos B-U-R-R-O-S e/ou C-E-G-O-S)

15.02.21

Os miúdos "apanham" tudo

e a Magia não é exceção!


Bruxa Mimi

Estavam todos na cama, há pouco tempo. Eu ouvia a Magia em "conversas" com os bonecos que lhe fazem companhia, mas não percebia (nem tentava perceber) o que ela estava a dizer.

A Varinha aparece-me no quarto. Vem contar-me que a Magia estava a rezar. Nunca a tinha ouvido rezar quando estava na cama, mas como ela, nas "conversas" que tem com os bonecos, fala sobre tudo, reproduz jogos que fazemos à mesa das refeições, e como, (muito) de vez em quando, também faz orações quando rezamos em família, não me surpreendeu, e não percebi por que razão estava a Varinha surpreendida.

Até que ela me disse que a Magia estava a rezar a oração da Ave Maria. Essa foi mesmo a primeira vez! De tanto ouvir ao longo dos anos...

09.02.21

Vantagens do Ensino@Distância

(para mim, professora)


Bruxa Mimi

- Não ter de lidar com o mau tempo no caminho para a escola;

- Não ter de usar máscara;

- Poder estar de chinelos (ou de meias antiderrapantes, ou descalça) durante as aulas;

- Não ter de andar carregada;

- Não ter de passar o tempo a desinfetar as mãos;

- Poder usar a minha casa de banho ao longo do dia de aulas;

- ... [outras que não me ocorrem agora] e...

- poder tirar o som aos alunos (inclusive com a possibilidade, se necessário, de não lhes permitir ativar o próprio som - algo que não costumo usar, mas que às vezes apetece mesmo...).*

 

*Não é muito bonito dizer isto, mas há alunos que boicotam qualquer tentativa de completar uma frase ou explicação!

08.02.21

(Re)Começámos hoje o Ensino@Distância

(como toda a gente sabe)


Bruxa Mimi

Alguns alunos que no ano passado não apareciam nas aulas online hoje apareceram. 

Falando de uma forma simplista, vejo três razões para isso:

- Receberam (emprestados, segundo percebi no documento que foi partilhado, até ao fim do atual ciclo de ensino, ou seja, o 1.º Ciclo do Ensino Básico) computadores com acesso à Internet;

- A carga de aulas online com o(a) professor(a) titular é muito maior do que foi no ano passado, no meu agrupamento de escolas;

- A probabilidade de retomarmos o Ensino Presencial é muito grande e, depois, no fim do ano, não se "safam" com a nota igual à do 2.º Período, sem fazerem nada, como aconteceu com alguns no ano passado...

03.02.21

Um clique pode fazer a diferença


Bruxa Mimi

Este episódio familiar aconteceu, mas os pormenores, confesso, vão ser apresentados de forma criativa (isto é, lembro-me da essência e apenas da essência).

Há uns anos, antes de haver uma Magia (pelo menos uma "à solta") por aqui, no Carnaval, os três filhos foram mascarados da seguinte forma: elas, de princesa (com estilos diferentes) e ele de pirata. Tirei-lhes algumas fotos e enviei uma foto dos três à Avó Bruxa, minha mãe, por WhatsApp. Acompanhei a foto com uma pergunta: "O que achas da combinação dos fatos?"

Avó Bruxa: Gosto! Beijinhos para todos! 😘😘😘 [É impossível a Avó Bruxa não ter enviado beijinhos, porque envia SEMPRE.]

Eu: 😘😘

No dia seguinte, recebo uma mensagem da Avó Bruxa: Então o Feitiço não se quis mascarar??

Eu: Não viste a foto! Eu perguntei-te o que achavas sobre a combinação dos fatos e disseste que gostavas! Mas nem sequer clicaste na foto! Estou desiludida.

Avó Bruxa: Mas eu vi a foto!

Eu: Não viste, não. Se tivesses clicado, tinhas visto que o Feitiço também estava mascarado.

Avó Bruxa: Eu não cliquei na foto porque via lindamente a Vassoura e a Varinha. Não sabia que havia mais alguém na fotografia! 

Eu: Mas respondeste que gostavas da combinação, e nem sequer a tinhas visto.

Avó Bruxa: Eu respondi relativamente à combinação das roupas delas as duas, que eram de estilos diferentes, mas que ficavam bem juntas.

Eu: Falhaste. Ponto.

 

Pergunta para queijinho (basta responder com honestidade para merecer o queijinho): Quem acha que eu tive uma reação completamente parva?

...

...

Fiquem descansados. A conversa não se passou NADA assim. Vou contar como foi.

...

...

Enviei a foto para a Avó Bruxa.

Avó Bruxa: Estão tão lindas, as minhas netas! Beijinhos. 😘😘😘

Eu: Se clicares na imagem não dizes isso...

Avó Bruxa: Ah! Não tinha clicado e não tinha visto o Feitiço! Estão tão lindos, os meus netos! Beiijnhos! 😘😘😘

Eu: 😉😊😘

 

*********************************************

E agora, perguntam vocês, o que é que se passou, para eu me pôr a inventar conversas que não existiram, ainda por cima pondo-me a fazer figuras tristes?

Passou-se que tive um desentendimento com uma amiga de longa data porque - resumidamente - não cliquei numa imagem. Fica o aviso: cliquem nas fotos todas antes de dizerem se gostam das combinações dos fatos! Pode haver mais uma pessoa na foto! 🙄😛😜😏

02.02.21

Novidades do dia

(acerca da minha sobrinha)


Bruxa Mimi

Teve alta hoje. 

Fez uma viagem de horas até chegar a casa. 🚑*

Está tudo bem! 😃

Obrigada pelas vossas orações, energias e pensamentos positivos ao longo destas semanas! 🙏

Estou grata, muito grata, mesmo. 

*(Mudei o veículo - que inicialmente era um carro - para ser mais exata. Só agora soube que tinha ido de ambulância, com a mãe.)