Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (14, 13, 11 e 4 anos).

31.10.21

Devo ser a única bruxa

que não gosta do Halloween


Bruxa Mimi

Eu percebo que a maior parte das pessoas encara esta ocasião como um segundo Carnaval, com uma temática mais assustadora (o que não significa que não haja bruxas, vampiros, fantasmas e monstros no Carnaval...), mas era mesmo necessário importar esta festividade? Eu acho que não...

Na minha escola*, este ano, optou-se por deixar as crianças que assim entendessem irem mascaradas (mas não podiam levar a cara tapada). Claro que foi uma animação, um rebuliço tremendo... Ainda assim, até trabalharam bem (tendo em conta o que lhes foi pedido para fazerem)!

 

*Estou em três escolas, mas é assim que identifico a escola onde estou há mais tempo - desde que estava grávida do Feitiço!

02.10.21

Nós em quadras #4

Mais de três anos depois... a parte que faltava!


Bruxa Mimi

Hoje estive no blogue da minha irmã Mafalda (onde já não ia há demasiado tempo, reconheço) e li os posts que ela tinha como favoritos. Como ela é muito querida, vários desses posts são de minha autoria. A partir de um deles, o "Nós em quadras #3", e dos respetivos comentários, escritos também em quadras que rimavam (comprovando, mais uma vez, que os meus leitores são do melhor que há na blogosfera), apercebi-me de uma falha terrível... Não escrevi e, consequentemente, não publiquei, as quadras referentes à Magia. Isto depois de me ter comprometido a fazê-lo! Uma vergonha... 😳

 

Pois não perdi [mais] tempo! 

Aqui estão, escritas à pressa, as quadras que faltavam...

 

 

Fez, a 1 de outubro, anos
- cinco, para ser mais exata -
Que outro teste deu positivo
Não esquecerei esta data!

 

Quando tivemos a novidade
Que vinha aí "mais alguém"
Decidimos guardar a notícia
Só entre nós, pai e mãe.

 

Eu já não ía p'ra nova
E tive algumas inquietações.
Mas a gravidez foi passando
E não houve confusões!

 

Nos anos da Vassoura
Partilhámos a notícia;
Elas, logo acreditaram
Ele, que era fictícia!

 

Desde que nasceu,
A nossa querida Magia
Tem dado algum trabalho
Mas, sobretudo, alegria!

 

 

E pronto. É isto. Espero que gostem e que me perdoem a demora e a quebra na qualidade (se é que posso dizer que as partes anteriores tinham qualidade).