Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (13, 11, 10 e 2 anos).

Há boas notícias, no Diário de um Urso!

04.11.18 | Bruxa Mimi

O Nuno decidiu aceitar ajuda.

 

Mais do que ajuda de psicólogos, ele gostaria de receber palavras gentis, um abraço amigo.

 

O Nuno gostaria de conhecer pessoalmente alguns de nós. Uns estaremos mais longe, outros mais perto, mas acho que podemos fazer acontecer, não acham?

 

Vamos comentar no blogue do Nuno e dar-lhe apoio, e/ou combinar algo, se possível?

 

He can beat this depression. Yes, he can! And we can help him! Who's with him?

 

 

8 comentários

  • Imagem de perfil

    Bruxa Mimi

    04.11.18

    Outra coisa: houve quem dissesse ao Nuno, num comentário, que lhe podia dar o contacto de um bom psiquiatra. Ele recusou,na altura (estava a recusar todas e quaisquer propostas ou ideias), mas entretanto está a tentar encontrar a pessoa que falou nisso (não será fácil, porque foi uma anónima que se identificou apenas como Ana). Portanto, a ajuda que consideraste inútil levou-o a aceitar que precisa de procurar ajuda profissional...
  • Imagem de perfil

    Gaffe

    04.11.18

    Mas pelo menos o senhor tem razão numa coisinha: responder através do teclado do telemóvel é uma maçada capaz de destruir o Lindley Sintra.
    ;)
  • Imagem de perfil

    Gaffe

    05.11.18

    *Cintra. Lindley Cintra.
    Valham-me os deuses que aquilo é contagioso.
  • Imagem de perfil

    Bruxa Mimi

    05.11.18

    Dando uma resposta geral a todos os teus comentários, Gaffe, acho que não pareces fria de sentimentos, mas fria na análise da situação, o que pode ser uma vantagem. Eu também não tenho confiança cega no que li, e também fiquei com a pulga atrás da orelha em relação a alguns pormenores da história contada...
    Suponho que faça sentido que se procure um psiquiatra no SNS, mas também é bastante comum uma pessoa querer consultar um médico tendo por base uma recomendação (mesmo quando a recomendação vem de alguém que não se conhece pessoalmente)...
    Quanto ao contágio, ... 
  • Imagem de perfil

    Gaffe

    05.11.18

    O senhor começa a tornar-se altamente irritante e parece-me, repito, parece-me - , como diz Sofia Aparício - uma "sêcaaa".


    Não vale a pena voltar ao assunto.
    :)*


  • Sem imagem de perfil

    Nuno

    05.11.18

    Já vi que por estas bandas a minha história suscitou dúvidas é até imagens de quase psicopata lamento profundamente que se faça essa análise fria embora compreenda os receios procurar ajuda psiquiátrica não é assim tão fácil muuto mebos no SNS onde quase não existem psiquiatras e os que há demoram meses senão  anos para marcar consulta, como já disse há bruxa Mimi não sou pessoa de dar erros ortográficos que também me irritam quando escrevo com mais cuidado e num teclado de computador num teclado de telemóvel reafirmo é mais complicado, lamento que a analise feita da situação tenha sido feita com base nos erros ou no julgamento da boa vontade de terceiros a minha cara Gaffe comete ela dim uma grande gaffe ao conciderar que estás situações se tratam com profissionais, apoio ombros amigos compreensão são tão ou mais importantes que um profissional que passa meia dúzia de drohmgas e diz meia dúzia de chalaças, sei do que falo já pasi por 4 psiquiatras e nenhum me ajudou verdadeiramente so quem passa por estas situações as compreende a outros e mais facil julgar,  aliás a sociedade está frita para isyo e feita disto egoísmos incompreensão e julgamentos dos problemas alheios ndo dou perigoso nunca faria mal a ninguém e posso dizer que me mágoa profundamente ler este tipo de comentário a quem assim pensa e se vos melindre do tenho a pedir desculpa mas minha cara gaffe não sei o que a leva a ser tso levianamente insensível para vlcom a dor alheia  mas peço-lhe se lhe meto medo pode afastar-se do meu blog  quanto aos erros peço desculpa ainda assim não concidero que devam ser alvo de troca ou gozo destes sursutos do bom português 
  • Imagem de perfil

    Gaffe

    06.11.18

    É claro que “só quem passa por estas situações as compreende”. Não sei então como apela à compreensão dos seus leitores menos sofridos, menos sofredores. Devo realçar neste momento que há, claro que sim, gente capacitada e capaz de o compreender e ajudar, sem ter de passar – ou ter passado – por situações análogas. São psiquiatras. Os casos urgentes são sempre prioritários.

    Não o julgo. Não posso. Não quero. Permitiu apenas - e quis -, que a sua exposição originasse opiniões. Esta foi a minha. Se a considera insensível e fria, não seguindo os requisitos que esperava, provavelmente será. É a minha deficiência profissional e a sua expectativa gorada. Nem sempre um despertador toca o Danúbio Azul.

    Vou seguir a sua sugestão. Não vou voltar a lê-lo. 

  • Escrever palavras mágicas:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.