Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (14, 12, 11 e 3 anos).

22.05.17

Mês de Maria - Dia 22


Bruxa Mimi

"ESTUDANTE MODELO"

 

O Padre Leblanc, jesuíta, visitava uma noite o dormitório dos alunos dum Colégio de Tolosa, França. Com surpresa vê um rapaz de joelhos junto da cama.

- Por que não estás deitado?

- Entreguei o meu escapulário ao porteiro para mo consertar e ainda não mo veio trazer. Não me atrevo a deitar-me com medo de morrer esta noite, sem o meu escapulário.

- Não tenhas medo, deita-te. Amanhã terás o teu escapulário. Agora dorme, descansado.

- Meu Padre, não me posso deitar. Bem pode ser que morra esta noite. - E pronunciando estas palavras, chorava com não sei que pressentimento.

O bom sacerdote, impressionado com tão piedosas disposições, desceu à portaria, tomou o escapulário e levou-o ao estudante que o beijou devotamente e o pôs ao pescoço. Deitou-se logo, invocando o nome de Maria.

No dia seguinte o Padre Leblanc faz a costumada visita para averiguar se todos os rapazes estavam levantados. Vê ainda deitado aquele aluno. Aproxima-se da cama, abana-a. O estudante não responde, estava morto, apertando entre as mãos o seu escapulário.

Feliz dele por ter expirado com esse sinal de predestinação!

A 16 de julho de 1251, aparecendo a São Simão Stock, prometeu Nossa Senhora a salvação a quem trouxer piedosamente durante a vida e morrer com o escapulário do Carmo. Por decreto de 16 de dezembro de 1910 o Papa São Pio X concedeu que o escapulário do Carmo pudesse ser substituído por uma medalha benzida, contanto que que tenha dum lado o Coração de Jesus e do outro lado Nossa Senhora em qualquer das suas invocações (Carmo, Fátima, Lourdes, etc.) As graças e privilégios são os mesmos.

Procura, pois, trazer sempre piedosamente ao peito e morrer com este sinal de salvação, o escapulário.

Nossa Senhora, na última aparição tanto de Lourdes como de Fátima, mostrou-se em figura de Nossa Senhora do Carmo.

O santo Padre Cruz tinha uma confiança ilimitada no escapulário de Nossa Senhora do Carmo. Ele próprio o usava e distribuiu milhares com intenção de afervorar a confiança em Maria e ajudar os outros a viver bem e alcançar a morte na graça de Deus.