Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (14, 12, 11 e 3 anos).

13.04.17

Música antiga e música moderna...


Bruxa Mimi

... segundo o Feitiço.

 

O Feitiço aproximou-se de mim, enquanto escrevia mais uns posts da surpresa que vos estou a preparar, e, escutando os cânticos, iniciou um diálogo que infelizmente não conseguirei transmitir fielmente, apesar de tentar.

 

Feitiço: És tu que estás a fazer a música?

 

Eu: Não, a música está a tocar.

 

Feitiço: Mas estás a escrever a canção?

 

Eu: Não, eu estou a escrever outra coisa enquanto oiço os cânticos.

 

Feitiço: Pesquisaste no computador?

 

Eu [mostrando-lhe a página com a Playlist]: Comecei a ouvir o número 1 e agora já vai no número 10, vês? Quando terminar, logo decido se oiço outra vez, ou não.

 

O Feitiço afastou-se um pouco, entrando na casa de banho para lavar os dentes. Entretanto, o último cântico terminou e a lista recomeçou a tocar, sem "ordem" minha. Nem pensei em parar, pois encarei o automatismo da lista como um convite a continuar a escutar (e a cantar uns bocadinhos). Após ouvir um bocado do primeiro cântico, o Feitiço saiu da casa de banho para me dizer:

 

Feitiço: Esta é horrível. Não gosto nada.

 

Eu: Eu gosto.

 

O Feitiço reentrou na casa de banho, saindo no segundo cântico:

 

Feitiço: Esta é mil vezes melhor!

 

Feitiço: Estas canções parecem [do tempo] dos reis!

 

Eu: São cânticos relacionados com Deus e Jesus.

 

Feitiço: Ah! Por isso é que são assim! Naquele tempo não havia as coisas modernas para fazer música!

 

E, contente com a sua "descoberta", que explicava o tipo de música, o Feitiço saiu do meu quarto!

4 comentários

Escrever palavras mágicas