Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Made by Vassoura



Comentários recentes

  • Carla Pereira

    Um pulinho para enviar um beijinho!

  • Mamã Coruja

    Experimenta a Glod! São tão boas!Convido-te a visi...

  • Bipolar

    Ahahah, que delícia de post! Por acaso, como tenho...

  • Nuno

    Força amiga e ai da a quem diga (cá em casa combat...

  • cristinita

    Muito boa sorte com os teus trabalhos e segue em f...




Uma questão de beleza numérica

por Bruxa Mimi, em 11.11.18

Feitiço: Mamã, dás-me um cêntimo?

Eu: Para quê?

Feitiço: Eu tenho 39 cêntimos e não gosto de 39; 40 é um número mais bonito!

Eu: Se quiseres, dás-me 9 cêntimos e ficas com 30, que também é um número bonito...

Feitiço: Não!...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

O amor entre irmãos é algo lindo!...

por Bruxa Mimi, em 01.11.18

Feitiço: Acho que quero fazer as pazes, cocó.

Vassoura: Pode ser, punzinho!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

O Feitiço e o ser ou não ser mentiroso...

por Bruxa Mimi, em 21.08.18

É frequente o Feitiço responder a uma qualquer pergunta com a resposta que lhe parecer mais conveniente (ainda que muitas vezes seja evidente para o seu interlocutor que a resposta é falsa). Pode-se dizer que a verdade não é algo imprescindível, para ele.

 

É também frequente ouvir o Feitiço dizer que as irmãs (exceção feita à Magia) o irritam. E quando se irrita, o Feitiço costuma "atacar" as irmãs, com ou sem pré-aviso.

 

Serviu esta introdução para contextualizar a seguinte "fala" do Feitiço, assim do nada, a meio do almoço:

 

- Se eu disser que vos bato, tenho mesmo que vos bater, para deixar de ser mentiroso!

 

Aquilo foi tão inesperado que a reação foi igual nas três presentes (a Vassoura, a Varinha e eu): sonoras gargalhadas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

Primeira aula de natação dos manos V, V e F

por Bruxa Mimi, em 29.07.18

Foi ontem de manhã.

 

Eu assisti, de fora, e achei que correu bem.

 

Para mais pormenores, é favor dirigir pedidos aos praticantes da modalidade, na secção dos comentários. 

 

Se houver pedidos, o post será editado para incluir a opinião das crianças (exceto se elas não a quiserem partilhar).

 

*****************

Opinião do Feitiço (sem edição materna):

 

Eu o feitiço gostei  mais da aula mas tive um pouco atrapalhado principalmente no primeiro exercício que era respirar de baixo de água.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

Best of #17: Nós em quadras - parte 3

por Bruxa Mimi, em 25.06.18

[Publicado inicialmente em 23-03-2016.]

 

Quando o Feitiço frequentava a creche, deram-nos uma folha com uma árvore desenhada, que representava a nossa família, e pediram que a preenchêssemos. Acho que estavam a pensar na tradicional árvore genealógica, mas como davam liberdade total, eu preenchi a árvore com quadras (a especialidade da casa). Aproveitei seis quadras das que apresentei aquiassumindo esse facto na primeira estrofe, e atualizei a história... que aqui fica, com as necessárias alterações por causa dos nomes. 

Vou avisando que a história é longa (16 quadras), embora se leia bem (eu não sou nada suspeita ao escrever isto)!

Que nem tudo aqui é novo
começo por avisar:
seis quadras de há três anos
decidi aproveitar!

Num país nada distante,
pois nele estamos neste instante,
nasceu há alguns anos
o segundo de dois manos.

Numa família mais numerosa,
animada e ruidosa,
anos depois nascia também
quem nesta "árvore" será mãe.

Ele tornou-se engenheiro
e também é professor.
Ela sempre quis dar aulas
e está na profissão por amor.

Quando se conheceram,
não foi amor à primeira vista,
mas o tempo, ao passar,
fez de vez essa conquista.

Casaram num lindo dia,
muito embora estivesse frio.
Ela de cinco era tia,
ele começou a ser tio!

Quando nasceu a Vassoura,
estrearam-se como pais
- ela não era loura -;
eles fizeram por ter mais.

 
Um ano e meio depois,
já cá estava a Varinha;
era uma bebé calma
e p'ra Vassoura, a maninha.
 
Ainda éramos quatro
fez a Varinha um ano;
quando a Vassoura fez três,
"a caminho" vinha o mano!
 
A Vassoura é muito linda,
e histórias adora ouvir;
como a qualquer criança
dá gosto ouvi-la rir!
 
A Vassoura é mandona
do "alto" dos seus quatro anos;
os principais "alvos" são:
os colegas e os manos.
 
Ser "a do meio" é difícil
(assim pode ser a vida)
e por isso é que a Varinha
ora é meiga, ora "torcida"!
 
Se lhe perguntam o nome,
ela às vezes diz: "Princesa";
a Varinha explica logo
que se sente "realeza".
 
O benjamim da família
chegou depois do Natal;
o seu nome é Feitiço
(por favor não o digam mal)!
 
O Feitiço é bem-disposto,
se de saúde estiver bem;
e, às vezes, quando amua,
só quer o colo da mãe.
 
 
"Fruto a fruto", por aqui,
uma história eu contei;
será que depois de a ler
alguém vai pensar: "Gostei!"?

Parte 1Parte 2

Autoria e outros dados (tags, etc)

Best of #16: Nós em quadras - parte 2

por Bruxa Mimi, em 24.06.18
[Publicado inicialmente em 21-03-2016.]
 
 
Mais tarde (já o Feitiço tinha nascido), da creche voltaram a "atacar" com um pedido... e eu voltei a responder a rimar!

Mais uma vez tive de fazer adaptações...
 

A Família da Mimi
vai dizer-vos como é:
um pai e uma mãe,
duas manas e um bebé.

O Papá é o mais alto,
de certeza, e decidido;
dá banho às meninas
e lê histórias a pedido.

A Mamã é mais gordinha
e gosta de ficar
sentada no tapete
com os filhos, a brincar.

A Vassoura fala bem
e canta ‘inda melhor.
Sabe agradecer
e pedir “por favor”.

A Varinha, magrinha,
é a número dois.
Tem lindos olhos claros
e cabelo aos caracóis.

O Feitiço é um bebé
bem-disposto e bonito;
mas quando está com fome
ele chora um bocadito.

Parte 1

Autoria e outros dados (tags, etc)

O que é uma esquadra?

por Bruxa Mimi, em 22.06.18

Uma estrofe que é uma quadra!

 

(Feitiço dixit)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

Uma parceria de escrita

por Bruxa Mimi, em 02.06.18

A Vassoura e o Feitiço estiveram a escrever uma história a meias (entretanto zangaram-se e interromperam). A Vassoura contou-me dois momentos da sua parceria, que decidi partilhar convosco.

 

Feitiço: O homem era muito pobre e chamava-se Tóri [eles inventaram os nomes].

Vassoura: Está bem. Então pode ficar assim: «Era uma vez um homem paupérrimo...»

Feitiço: Não! O nome do homem era Tóri!

 

********* (Mais tarde...)

 

Feitiço: O cientista podia raptá-la. 

Vassoura: Mas porquê?

Feitiço: Porque ela era costureira e ...

Vassoura: Ó Feitiço, isso não faz sentido nenhum.

Feitiço: É que eu só tenho ideias para o desenvolvimento. É melhor tu acabares a reprodução.

Vassoura: A reprodução?!?!!

Feitiço: Sim, a parte do princípio da história chama-se assim.

Vassoura: Não, Feitiço, chama-se introdução!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

Um novo verbo (bis)

por Bruxa Mimi, em 14.05.18

Há uns anos, foi um aluno.

 

No sábado, sem qualquer influência da primeira «invenção», foi o Feitiço.

 

Ainda havia bolo de anos da Magia e eu decidi comer uma fatia no fim do almoço. A Varinha e o Feitiço disseram que não devia, e o Feitiço deu uma razão:

 

- Como tu queres desaumentar de peso, é melhor não comeres!

 

...

 

[Comi. Duas fatias: uma normal e uma pequena.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:

O Duarte quer muitos brinquedos -1.ª parte

por Bruxa Mimi, em 18.03.18

Escrito pelo Feitiço:

 

Era uma vez um menino chamado Duarte. Ele vivia com a mãe e o irmão mais velho.

 

Ele dizia à mãe: «Mãe, compra mais brinquedos e já ! ! !»

 

A mãe respondia-lhe: «Não, filho, já tens muitos brinquedos».

 

Ele não gostava da resposta da mãe porque ele queria mais brinquedos, mas muitos mais! 

 

A mãe também não gostava do comportamento do filho, só por causa de não ter mais brinquedos!

 

O Duarte  queria arranjar uma maneira de conseguir mais brinquedos e à noite sonhava que tinha uma varinha mágica e fazia com que ficasse com mais brinquedos.

 

A mãe um dia foi ao supermercado e comprou um brinquedo para o Duarte e para o filho mais velho, três brinquedos. Quando chegou a casa, deu-lhes os brinquedos e o Duarte disse: «Por que é que ele tem mais brinquedos?» «Porque se porta melhor e não anda a embirrar por eles», disse a mãe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas enfeitiçadas:



Made by Vassoura



Comentários recentes

  • Carla Pereira

    Um pulinho para enviar um beijinho!

  • Mamã Coruja

    Experimenta a Glod! São tão boas!Convido-te a visi...

  • Bipolar

    Ahahah, que delícia de post! Por acaso, como tenho...

  • Nuno

    Força amiga e ai da a quem diga (cá em casa combat...

  • cristinita

    Muito boa sorte com os teus trabalhos e segue em f...