Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alheia a tudo... ou talvez não!

Blogue da Bruxa Mimi. Marido: Gato Rogério. Filhos: "Vassoura", "Varinha", "Feitiço" e "Magia" (14, 12, 11 e 3 anos).

11.06.13

Velhos do Restelo


Bruxa Mimi
É o que são todos os que agoiram a ida do Feitiço para a escola em setembro. "Ele vai chorar o tempo todo durante pelo menos um mês", "Ele só quer a mamã!", "Ele isto", "Ele aquilo"...

Ontem, feriado, eu, mãe do Feitiço, saí de casa às 8 e 8 da manhã (esta hora é tão gira que resolvi escrevê-la de forma pouco convencional) e regressei quando as crianças já dormiam, perto das 22 e 22 (não sei a hora exata do meu regresso, mas não resisti a repetir o estilo horário). Para os mais curiosos, ausentei-me de casa porque participei no 1º Encontro Jumpingclay Portugal.

"Ai, pobre Rogério", pensam vocês (sim, vocês, Velhos do Restelo que fazem parte dos inúmeros leitores deste blogue), "o dia todo com as três crianças... e especialmente o mummyódependente do Feitiço!".

Em primeiro lugar, o Rogério não é propriamente um estranho - é o Pai das referidas crianças! Ficar com elas, por muito grata que eu me sinta - e sinto, querido Rogério! -, não é um feito heróico ou assim tão extraordinário. O meu Gato é perfeitamente capaz de lidar com a Vassoura, a Varinha e/ou o Feitiço.

A parte mais gira desta experiência foi a constatação, por parte do Rogério: "Quando tu estás, o Feitiço só te quer a ti, mas quando não estás, fica bem". Pois fica. Isso para mim não é novidade! [Conclusão a que estou a chegar neste preciso momento, e que não me está a agradar: eu sou tóxica para o meu filho!]

O Feitiço lidou tão bem com a minha ausência, que, antes de irem para a cama, quando o Rogério lhes mostrou o "Vitinho" no computador (cantar não é sua especialidade), só ele não choramingou pela Mamã...

e, esta manhã, quando ainda estava na cama e não me tinha visto, e a Varinha estava a chamar por mim, ele disse-lhe:

- A mamã não está cá, está na "Pinclay"...

O facto de ter lidado muito bem com a minha ausência não significa que não tenha feito uma grande festa quando eu apareci no quarto e disse: "Por acaso já cá estou..."

2 comentários

Escrever palavras mágicas